Antítese
Um blog contra tudo e todos


domingo, março 14, 2004

DOMENICO MORREU PARTE 2

O que me fez parar por um tempo foi também a falta de vontade de ficar dando porrada no PT. Mas, puta que pariu, os caras furam fila pra serem mandados pra casa do caralho!

E olha que antes não tinha nem estourado nem a merda do Waldomiro. Sobre este e o abafamento da CPI, só tenho uma constatação, óbvia a qualquer cidadão atento: o PT chafurda hoje na mesma lama fisiológica, fedorenta e corrupta que PFL, PSDB, PP, PMDB e quejandos.

O Brasil caminha a passos largos de uma incipiente democracia formal para uma ditadura de fato, e não apenas plutocrática, como sempre foi. Como acontece nos Estados Unidos, revezam-se no poder dois partidos com a mesma ideologia, visão de mundo e concepção sócio-política. Lá como aqui, republicanos e democratas, PSDB e PT, são duas faces da mesma moeda. Lá como aqui está sendo demonstrado sob nossas cabeças, não opção possível no espectro institucional. Direita ou direita. Neoliberalismo ou neoliberalismo. Nem malditas reformas burguesas mas que beneficiariam grande parte da população como a reforma agrária (que no Brasil é tratada como bandeira de comunista) esses filhos-da-puta se prestam a fazer.

As reformas feitas sequer têm como principal beneficiário a burguesia clássica (em bom português, os filhos-da-boa-puta dos empresários do setor produtivo), mas o capital financeiro, daí a gritaria do vice-presidente, grande empresário do setor têxtil. Mas o presente dos burgueses está sendo preparado pelo "governo dos trabalhadores", vem aí a reforma da CLT, onde os empresários serão presenteados com um corte geral dos direitos dos trabalhadores. Tudo em nome da "competitividade internacional do setor produtivo brasileiro".

E o povo, só se fodendo, como, aliás, é de costume. Afinal, se nós temos um "governo dos trabalhadores" que tem como um de seus principais aliados José Sarney, quem precisa de inimigos? Estados Unidos? Pfff... Se não conseguimos derrotar sequer os feitores, como destruir a casa-grande? Merda! Caralho!


DOMENICO MORREU - OU "ÓCIO CRIATIVO É O MEU CARALHO!"

Estou de volta nessa porra de cu virtual, repleto de merda por todos os lados, que os informólogos (aqueles que se esparramam com conceitos filhos-da-puta e estapafúrdios como "aldeia global") chamam de Grande Rede, supervia informacional e o caralho acadêmico roto, e nós, os fudidos de sempre, denominamos essa-merda-lenta-pra-caralho-e-que-cai-toda-hora-chamada-internet. "IG merda do caralho!!!" - alguém grita ao fundo.

Pois é, voltei pra essa porra. Tinha dado um tempo, ia "largar esse caralho de mão", como dizem por aí. A verdade é que me sinto engasgado sem poder exorcizar os demônios do inferno capitalista e filho-da-puta burguês e de seus porta-vozes e porta-peidos. Viciado em escrever merda em blog?

Quer saber? Foda-se! Vou continar mandando tomar no olhinho os filhos-da-puta.

Decreto o fim do meu ócio. Não do ócio criativo, que esse nunca tive, nunca vou ter e quero que quem tem vá tomar no cu na casa do caralho. Falo do ócio lafargueano, preguiçoso, improdutivo, indolente, anti-capitalista. Melhor dizendo, decreto o fim, não. Apenas umas férias.


sábado, dezembro 06, 2003

ESPETÁCULO DO CRESCIMENTO, SÓ SE FOR DO MEU CARALHO!

Quando o governo Lula começou falava-se muito num "novo pacto social" que se faria no Brasil sob a estrela petista. De "novo" não se viu porra nenhuma. Pacto social é o caralho no cu da véia! Quando veio unido com o PL, e tendo um grande empresário como vice, já se percebeu de cara que a luta de classes foi enfiada no cu de todos nós, trocada pela "paz social", tão querida por cânceres de extrema-direita como a TFP, e mais uma vez, viria o "pacto social" que representaria a submissão da população mais uma vez à caterva maldita do capitalismo financeiro.

Para o famigerado Fome Zero a verba é mínima, ou seja, nem clientelismo esses putos fazem direito; para encher o cu de banqueiro e especulador filho da puta de dinheiro, não há limites. Para o povo, pede-se paciência, mas a velocidade para atender aos mínimos resmungos da maldita corja parasitária de uma pica torta capitalista é espantosa.

O desemprego está nas alturas, o poder aquisitivo do trabalhador tem caído vertiginosamente, mas os bancos obtiveram recordes de lucros este ano. Agora eu pergunto:

FOI PRA ESSE CARALHO MALDITO QUE ELEGEMOS O PT?

FOI PRA APROFUNDAR O NEOLIBERALISMO DA PUTA QUE PARIU QUE MILITAMOS NESTA MERDA DE CAMPANHA DE LULA?

FOI PRA VER O FMI CONTINUAR NOS TRATANDO COMO UMA MERDA DE COLÔNIA QUE VOTAMOS NO PT?

ELEGEMOS LULA PRA VER EX-TROTSKISTAS COM UMA CARA-DE-PAU DO CARALHO PROMETER UM "ESPETÁCULO DO CRESCIMENTO" TAL QUAL UM RELIGIOSO PROMETE O REINO DO CÉU, SABE-SE LÁ QUANDO?

Espetáculo do crescimento a populaçao já está vendo: crescimento do desemprego, da pobreza, da fome, da violência, da guerra civil que se tornou a simples vida cotidiana numa grande cidade.

E o pior é que nem alternativa se tem nessa porra. O PT (exceto raras exceções) e tudo que existe à sua direita no espectro político poderia ir tomar no olho do cu e ir à puta que pariu que seria um ótimo serviço à humanidade. A esquerda conta com os neotrotskistas do PSTU, os ultratrotskistas do PCO e anarquistas a-teóricos em geral.

Entre direitistas, esquerdistas pragmáticos (pra não chamar de filhos-da-puta) e pseudo-revolucionários porra-loucas, nos fodemos todos...


terça-feira, setembro 16, 2003

METAM O TRANSATLÂNTICO NO CU

A crise da Argentina evidencia a falência desse modelo podre e carcomido, que o PT mantém aqui no Brasil com santa e abnegada veneração, sob a batuta do médico e ministro da fazenda (!!!) Pallocci e todos os outros companheiros petistas governistas. Quem diria, anos e anos de uma militância árdua de milhares de pessoas por esse país para agora presenciarmos o PT mais ortodoxo no ultra-liberalismo que o governo FHC, mais realista que o rei, fazendo justamente as reformas que FHC não conseguiu fazer, muito por causa do próprio PT.

Toda a caterva filha-da-puta e reacionária classe média leitores de Veja agora exulta de satisfação como lobos malditos uivando à meia-noite. "Estão vendo, olha a esquerda no poder", "Jogar pedra é uma coisa, governar é que são elas". O PT tem dado bastante combustível aos pulhas.

Não era pra dizer que "transatlântico não dá cavalo-de-pau" e que, por isso, o Brasil não poderia mudar "de uma hora para outra", como foi dito, que elegeu-se o PT. Transatlântico é o caralho! O que era necessário era um governo com vergonha na cara e coragem para mudar algo nessa porra de país, não para seguir exatamente (ou de modo mais ortodoxo) os ditames porcos do FMI. Por mim nem existiria governo, não acredito que qualquer tipo de autoridade seja solução para o mundo. Nem autoridade, nem dinheiro, nem poder, nem mercado de qualquer espécie. Mas, puta que pariu, já que temos que aturar governantes e autoridades que não sejam tão servis ao capital financeiro.


quarta-feira, setembro 10, 2003

CALOTE É O CARALHO!!!

Ontem foi o dia em que a Argentina deveria ter pago a extorsão à quadrilha do FMI. Não pagou. Provavelmente porque o país já foi tão sangrado que simplesmente não há como fazê-lo. Foi o que bastou para a mídia burguesa e filha-da-puta berrar aos quatro malditos ventos da puta que pariu: calote!

CALOTE É O CARALHO!!!
CALOTE É A PUTA QUE PARIU!!!

Filhos da puta! Temos, tanto nós como ellos, uma porra de dívida que já foi paga inúmeras vezes. Basta que se audite essa merda. O FMI nos conduz a políticas endividatórias que apenas aumentam o fosso da desigualdade social, quebram qualquer iniciativa nacional e enriquecem cada vez mais os vampiros malditos da casa do caralho dos banqueiros, especuladores e parasitas afins. É um círculo vicioso. E para fechar o esquema, a mídia burguesa de uma figa podre e maldita, como sempre, anuncia o "calote" e os prejuízos para o Mercosul, a Alca, e danos econômicos internos para a Argentina, num aviso velado (ou nem tanto) do que pode acontecer em terras auriverdes se tentarmos algo do tipo. Desemprego, falências, aumento da criminalidade, o caralho. Como se esta porra de modelo não nos levasse justamente a esse quadro.

O que ocorreu com a Argentina foi justamente o que ocorrerá, mais cedo ou mais tarde, conosco, mantido esse modelo. O dinheiro, um dia, acaba. É melhor reagir e dizer não em alto e bom som quando ainda há alguma chance de fazer algo do que dizer o não de quem já está agonizando. É o que nos espera. E tem gente que ainda ri disso, naquela velha e ridícula rixa de brasileiros com argentinos e vice-versa. O riso, nesse caso, é o do boi na fila do matadouro. E a fila está andando.


quinta-feira, setembro 04, 2003

"FILHOS DA PUTA, COMEDORES DE CARNIÇA"

Já diziam os Racionais MC's. Comedores de carniça esse bando de filhos da puta. Poderes de merda fabricando vidas de merda. Tanto as dos detentores quanto das vítimas do poder. "É tão degradante ser senhor quanto ser escravo". É degradante viver nessa porra de sistema. Ver tudo isso. Sofrer tudo isso. Morrer de fome aos 10, de bala perdida aos 20, de enfarte aos 30, de câncer aos 40. É isso. Capitalismo. Dinheiro. Autoridade. Estado. Poder. Merda do mesmo saco. Terceira via é o caralho, o que eu quero é mandar tomar no cu! Terceira via é a cara de filho da puta do Tony Blair como escudeiro do Bush. Anthony Giddens chorando dizendo que o neoliberal-novo Lula é a esperança do mundo. A esperança que venceu o medo mas foi vencida pela decepção de quem ainda esperava algo.

Milton Santos dizia que o mundo se reerguerá a partir dos excluídos, aqueles que nem chegam a ser exército industrial de reserva. Os fodidos e não-pagos do sistema. Aqueles que poderiam morrer todos de uma vez sem fazer falta ao sistema. Daí, e só daí, é que virá o algo novo. Não do poder, não dos ex-despojados que hoje exibem seus ternos bem cortados, não dos ex-marxistas que trocaram a práxis pela ultra-ortodoxia liberal, não dos ex-militantes da teologia da libertação que hoje ajoelham-se no altar de Mammom, não dos ex-operários que mostram seus luxos bancados pelo dinheiro público no Fantástico. A revolução não vai passar na TV, muito menos vai estar envolvida com terceiro setor ou qualquer porra parecida. Responsabilidade social é a cabeça do meu pau.

Passar bem.


quinta-feira, julho 03, 2003

FILHOS DA PUTA DO MALDITO INFERNO ESCRAVIZAM PESSOAS EM PLENO SÉCULO XXI

É de emputecer até estátua! Malditos filhos da puta de um cu sujo da porra seca de um caralho, torto, broxa e broscolhento de um demônio velho!!! Malditos, malditos e malditos!!!! É inadmissível que ainda existam trabalhadores em regime escravo! E não falo, por exemplo, da Indonésia, apesar de lá e em vários outros lugares existirem isso. Falo do Brasil, e aqui, no caldeirão da porra do inferno, em Campos dos Goytacazes, na nossa cara, caralho!!!

É o velho esquema filho da puta de servidão por dívida. Trazem gente de longe prometendo a porra toda, emprego, uma nova vida. Quando a vítima chega à fazenda, tem que comer enquanto não recebe o primeiro salário. Daí compra no armazém da fazenda para pagar com o salário. Os preços do maldito armazém são exorbitantes, o salário não paga a conta do mês, no próximo vêm os juros e configura-se a servidão por dívida. O trabalhador fica impedido de sair enquanto não paga a dívida, que não é pagável.

Como se não bastasse toda essa merda, a sociedade "democrática" e "livre" assiste a tudo, e, ao calar-se, consente, acumplicia-se. Filhos da puta! Temos raiva do ladrão que nos rouba dez reais ou uma bicicleta. Este tem que "ser preso", "entrar na porrada pra tomar vergonha na cara". O filho da puta escravizador, no máximo, "pode perder sua propriedade". E nunca perde. Ir preso, então, é que porra nenhuma. E não se vê o ódio e revolta contra o criminoso rico (que comete um crime muito pior e que deveria ser hediondo, inafiançável, com a máxima pena possível, sem prisão especial nem porra nenhuma, bandido filho da puta maldito que é) que se vê contra o criminoso pobre.

É a ideologia do dinheiro, da subserviência imunda ao sinhozinho. Caralho! Essa sociedade podre de merda é cúmplice dessa porra, com esse pensamento filho da puta. Quer ver? Se você entra no supermercado, põe um pão no bolso e é descoberto, certamente, principalmente se for pobre (e não um dotô cleptomaníaco), entra na porrada pela milícia da burguesia (eufemisticamente chamada "segurança") e pode até ser preso (se for negro as chances aumentam bastante). E tem muita gente, e, puta que pariu, caralho, pobre inclusive, que defende essa porra. Agora, imagine o contrário. Você descobre que o supermercado rouba na balança. Ninguém toma porrada, ninguém vai preso, e muito menos alguém defende que isso aconteça. Quando a merda vêm à tona, o supermercado acerta a balança, pede desculpas (foi um problema técnico) e fica tudo bem. E sempre tem o idiota pra dizer: "É fácil resolver, é só deixar de comprar no supermercado". O caralho, porra!!! E o que já foi roubado? E a punição? Afinal, foi um roubo. Ou rico e burguês podem roubar à vontade e é só pedir desculpas que está tudo bem?

Pensem nessa porra!!!!


sexta-feira, junho 27, 2003

É URGENTE, CARALHO!

Esta porra de blog aqui foi linkado pelo Urgente!, que é um caralho de blog que tem acesso até o cu fazer bico. Tenho que atualizar mais essa merda!


TESTANDO AS PORRAS DOS ACENTOS

É, parece que esse caralho voltou a funcionar!

Peço licença a meus leitores e ao onipresente Ururau Irado para escrever

VAI TOMAR NO CÚ!!!

com acento no "Ú". Isso é apenas um teste de acentuação.

Saí mexendo em tudo que era opção na porra da configuração do blog. Não sei se fui eu ou eles lá no blogspot que deram jeito nessa merda.


quinta-feira, junho 26, 2003

EMPRESAS COM RESPONSABILIDADE SOCIAL (SÓ SE FOR NA PUTA QUE PARIU!)

Nos atuais tempos de capitalismo neoliberal voraz, filho-da-puta e cada vez mais genocida, há uma nova modalidade de atores que querem "mudar o mundo": as empresas.

"Anti-tudo, tá vomitando o óbvio, sua besta? É claro que os putos malditos querem mudar o mundo, mudá-lo para gerar mais lucros!". Aí é que não! Há hoje todo um movimento de "empresas e responsabilidade social", empresas que querem melhorar o mundo, que não querem só o lucro. Vi um cartaz hoje, sob um congresso sobre o assunto, com o tema: "construindo um mundo melhor", ou algo assim.

PUTA QUE PARIU!!! CARALHO!!! VÃO TOMAR NA OLHOTA DO CU!!!

Depois eu sou boca-suja!!! Diz pra mim, caralho, se eu tenho motivos ou não? Porra! Era só que me faltava: empresas capitalistas, algumas de grande porte, transnacionais e o caralho, virem pregar responsabilidade social, e a suprema ironia, deboche, escárnio, cara-de-pau: "construir um mundo melhor". Filhos-da-puta!!!

Uma empresa quer lucros. Dinheiro, bufunfa, grana, money, cache. Isto é o que os preocupa, é o seu fim único. Ah, claro, a miséria preocupa. Quem vai comprar nossos produtos? (isso se a empresa produz algo a ser consumido pelas classes operárias) E se eu for atingido pela violência? É essa a preocupação social das porras das empresas.

Este mito, que está sendo construído e ideologizado a pleno vapor, é irmão siamês daquele outro, também filho-da-puta, que prega um capitalismo humano, ou humanizado. Onde? Onde, porra? Aí sempre aquele bunda-suja: "Na Suécia é assim, na Noruega é assado, em Luxemburgo (!?)..." Porra, peraí! Aquela porra lá respondeu a um período histórico que já passou e foi um fenômeno localizado. Não é passível de reprodução em larga escala. O capitalismo depende da exploração. Ou o infeliz que levanta essas merdas de argumentos consegue imaginar um estado do bem-estar social na África subsaariana?

Empresas não tem responsabilidade social porra nenhuma. Muito pelo contrário, quando demitem milhares não estão preocupadas com todo o caos daí originado, ou quantos direta ou indiretamente, vão sofrer e até mesmo morrer por isso. É um genocídio surdo e ninguém se dá conta. É tudo como se fosse um desígnio de Deus e sua mão invisível.

Empresas são vampiros na sociedade, não são benfeitores. Quando fazem algo que cheire a filantropia, com certeza isto visa a melhorar sua imagem por danos ainda maiores já causados, como é o caso do McDonalds e seu lanche feliz. Será que é tão difícil perceber isso, caralho?


segunda-feira, maio 19, 2003

NA FILA DO MATADOURO

Vou foder no esporrado: no mundo global-totalitarizado o mercado é parâmetro para tudo. O mercado fundamentalista-branco-cristão adorando o bezerro de ouro de Baal. Só alcança a salvação quem ora no genuflexório de Bill Gates e Jack Welch. Microsoft Aleluia! E pau no cu do chicano, do africano, do palestino, do pobre. Amém.

É essa porra que chamam de mundo moderno, de civilização, de progresso. Massacre de palestinos pelo Estado nazi-terrorista de Israel. Estadunidenses massacrando todos os que não são de seu asséptico clubinho de filhos-da-puta W.A.S.P (ou equivalentes). Morte, morte e morte! Mas tudo pela democracia e pela liberdade. Mesmo que os que não morrerem com as explosões acabem morrendo aos poucos de câncer causado por contaminação pelo urânio dos mísseis. Tudo para levar a liberdade, a justiça e o american way aos gentios.

Huntington rulz? Porra nenhuma! À puta que pariu! Choque, só se for de imperialismo. Afia as garras, prende, suga, deixa a carcaça (se tanto).

E no quintal assistimos a tudo pela Rede Globo. Quer digamos: "Esse Bush é um filho da puta!", quer digamos: "Tá certo, fode mesmo!", voltamos a nossas casas, e à nossa tão cara normalidade. Mas assim não são os bois na porra da fila do matadouro?


quinta-feira, abril 24, 2003

LADAINHA LIBERAL DA CASA DO CARALHO

Dá nojo a porra do discurso liberal. Todos os meus cinco leitores já devem ter ouvido algum desses pulhas do maldito caralho gangrenado vomitar suas hipocrisias ridículas sobre liberdade, indivíduo e toda a mentira burguesa. Alguém mais (?) atento dirá: "Mentira não, caralho! Nós somos livres, não vivemos numa porra de ditadura!"

Que cu-sujo de individualidade temos sob o capitalismo? Que porra de buceta broscolhosa de liberdade temos sob o globo-totalitarismo do capital? Cadê, porra???

Sob o capitalismo não há liberdade. Ir e vir? Só pra quem tem dinheiro. A maioria só possui o direito de ir e vir do trabalho para casa, isto se tiver trabalho (ou mesmo casa). Que cu fodido de liberdade é essa? Liberdade de expressão? Onde? Só se for pra se expressar pro seu vizinho, porque nos meios de comunicação só há lugar para a ladainha do capital. Para quem faz o jogo do deus mercado, esse deus-pau-no-cu que fode a humanidade cada vez com menos limites. Rádios comunitárias independentes são fechadas, lacradas, processadas, agredidas. As rádios "comunitárias" que se encaixam na lógica dos poderes locais, essas não são incomodadas. Internet? O caralho! Qual a porcentagem da população que tem acesso regular à Internet? Cadê a porra da liberdade? No capitalismo todos são prisioneiros: da competição desenfreada, do medo da violência, do medo de perder o emprego, do medo do amanhã. E querem nos convencer que essa merda é a melhor sociedade possível? Escondem seu discurso interesseiro e seu egocentrismo debilóide atrás de um rótulo de pragmatismo. Vão tomar no cu!

Falam também de individualidade. Talvez uma contraponto pueril, ridículo e filha-da-puta à truculenta negação do individualismo no marxismo leninista ortodoxo. Pau no cu! Onde está o indivíduo numa sociedade guiada pela propaganda, pelo marketing, pela mentira por todos os lados? O "indivíduo" consumista que gasta seus dias trabalhando para adquirir as últimas novidades da moda, o carro do ano e bobagens afins que logo tornam-se obsoletas, demandando novamente a compra das mais recentes, num círculo vicioso que apenas enriquece as filhas-das-putas das empresas produtoras de tais bens e transforma o homem numa ridícula marionete do imundo e maldito lucro capitalista. O "indivíduo" no capitalismo vota no candidato cuja campanha é melhor preparada pelo marketeiro de plantão. O "indivíduo" capitalista é manipulado e moldado a ser um "cidadão produtivo e ordeiro" por todos os lados: escola, trabalho, igreja. Massa de manobra.

Apesar de toda essa porra, continuamos ouvindo essa porra de ladainha liberal da casa do caralho. A própria esquerda mundial majoritariamente desacreditou-se dos ideais revolucionários que a guiavam e, sem rumo, entrega-se alegre à ideologia (neo)liberal. Mas isso é assunto para outro dia.


sábado, abril 05, 2003

FODERAM O PARAÍBA! FILHOS DA PUTA!

Como todos certamente já sabem, uma catástrofe de grandes proporções atingiu o Rio Paraíba do Sul, que divide o caldeirão da porra do inferno ao meio e lhe dá água. Caralho, o rio está preto. É uma imagem de foder! O rio parecendo uma vala de esgoto. Sem vida. Fedendo. Em todos os meus anos de vida jamais imaginei ver uma porra de cena filha-da-puta como essa. Filhos da puta cadela maldita!!! Mil vezes filhos da puta!!

A partir de agora milhares de famílias (pescadores, principalmente) perdem seu sustento, a cidade fica sem água, muitos correm perigo de contaminação. A esperança agora é que a imundície do demônio se escoe logo para o mar, numa visão que entende o oceano como um repositório com capacidade ilimitada de receber dejetos da ignorância humana. De qualquer modo, é uma porra seca de um caralho maldito de catástrofe ecológica, entendendo como ecossistema tanto a natureza não-humana quanto o homem. Lutar contra a miséria e o esmagamento do homem também é lutar pela ecologia, visto que cada um de nós também é parte da natureza. O Rio Paraíba e todos nós somos mais uma vez vítimas da ditadura da porra do dinheiro.

A multa de 50 milhões de reais é irrisória. A prisão dos donos da porra da empresa poluidora é irrisória. Caralho, o rio está fodido. Mais uma vítima do capitalismo e do paradigma industrial-poluidor. O Rio Paraíba esta morto, ou quase. Ele vale 50 milhões de reais? Vale, porra? Os culpados estão foragidos. Se forem presos, por quanto tempos será? Numa prisão especial? "Não há nada a fazer a mais que isto" - é a resposta geral. É claro que não há nada a fazer, caralho! Claro que não! São questões que não têm resposta dentro dessa porra de paradigma capitalista-industrial.

"Sustentabilidade ecológica"? O caralho, vão se foder!!!

Não há saída dentro desta merda de sistema maldito de um satanás de bico. Dentro do paradigma do consumo. Do mundo ilusório de luxos e "conforto" da merda da classe média. Do desperdício de recursos naturais. Das megalopolização. O capitalismo está estrangulando o planeta, tanto o homem quanto o mundo natural. Qualquer "solução" apontada por iludidos bem-intencionados e filhos da puta de toda sorte que não saia dessa porra de concepção de mundo individual-burguesa baseada na competição e na exploração representa apenas paliativos, analgésicos que não resolvem, mas tapeiam o problema e o deixam para a próxima geração ou o próximo governo.

Não projeto apenas na infeliz figura da Cataguazes Papéis a porra da maldita tragédia que fodeu o Paraíba, apesar de ansiar pela máxima punição possível à empresa e aos seus proprietários. Esta empresa de um caralho torto no fundo, é mais uma atriz no palco nefasto e satânico do capitalismo e da sua ética: a do lucro sobre todas as coisas.


ESTOU DE VOLTA, CARALHO!!!

Estou de volta ao front, caralho!


segunda-feira, janeiro 20, 2003

A DITADURA DA PORRA DO DINHEIRO

Vivemos sob a porra da ditadura do dinheiro. Pára pra pensar. Caralho! Quase todos os problemas que enfrentamos atualmente têm relação direta ou indireta com esse satanás de bico chamado dinheiro. O Deus maldito do mundo capitalista. Por causa desse filho da puta, e da sede ou necessidade de tê-lo, é que surgem a esmagadora maioria das merdas e desgraças que acontecem.

Alguém duvida? Puta que pariu, anda vendo Jornal Nacional demais, caralho!

Quer um exemplo? Com essas últimas chuvas do caralho maldito que caíram estas semanas, várias habitações construídas em morros desabaram, deixando muitos mortos, famílias inteiras, destruindo e massacrando inúmeras vidas. Pois bem, o que mais ouvimos por aí é que "a natureza é cruel", "foi um desígnio de Deus". Foi um desígnio da casa do caralho, da puta que pariu, do cu do capeta!!! Porra, por que essas pessoas foram morar em encostas de morro? Por que elas querem? Por que de lá têm uma bela vista da cidade? O caralho! Estas pessoas foram empurradas para lá por não ter onde morar na cidade, por existir uma política habitacional que leva em conta apenas a maldita, filha da puta e reacionária até o olho do cu classe média.

Ou seja: essas pessoas foram assassinadas pelo capitalismo. Sacrificadas no altar do dinheiro maldito e sujo, no altar do capitalismo e do Mercado. Com M maiúsculo, como os cuzões malditos de uma porra seca, os fundamentalistas do filho da puta do mercado da casa do caralho de Wall Street querem. Como querem os filhos da puta neoliberais estrangeiros e seus malditos asseclas traidores nos países pobres. Esses filhos da puta é quem são os verdadeiros assassinos. E as vítimas, no mais das vezes, nem fazem idéia que morrem e vêem seus parentes e amigos morrer, indiretamente (e talvez diretamente) por causa daquele "dotô" que aparece na tv de terno-gravata engomado com sua pastinha 007 falando em "superávit primário" e "dever de casa".

Soubéssemos, povo, a força que temos, e nunca permitiríamos que tais coisas acontecessem.


VACILÃO DA PORRA!

Faz tempo que não posto aqui. Vamos corrigir essa porra.


segunda-feira, janeiro 06, 2003

ANO NOVO, VIDA NOVA? PORRA NENHUMA!

Ano novo, vida nova! Corações enchem-se de alegria para festejar.

Festejar o quê, caralho? A natureza, o mundo, estão cagando e andando, pouco se fodendo se parte da humanidade decidiu contar o tempo desse modo fodido que fazemos.

É só olhar ao redor, caralho, tirar o rabo sujo da cadeira e ver a merda que se avoluma e hora dessas cai na cabeça de todos, como se mandasse um por um à puta que pariu! Até aqueles que estão em seus terno-gravata, ar-condicionados e férias no exterior vão se sujar com a merda. Porque se os frutos da porra do trabalho são apropriados pela filha-da-puta maldita da classe dominante, a merda, por outro lado, é democrática, caga todo mundo sem distinção. Fode todo mundo! Manda todo mundo ir tomar no cu!

A única coisa diferente (será?) nesse 2003 que se abre como buceta de puta workaholic é o Lula na presidência. Apesar de apoios e até alianças com setores filhos da puta da casa do caralho e retrógrados malditos conservadores que são culpados por grande parte de toda a merda de que falei. Culpados de muito da fome que o Lula agora começa a combater. Tudo pela porra do "pacto social". É esperar pra ver a porra acontecer. Se ele conseguir matar a fome dos 50 milhões de miseráveis do Brasil já estará de ótimo tamanho.


quarta-feira, dezembro 25, 2002

E DAÍ, PORRA?

Natal? E daí, porra?

Caralho!


terça-feira, dezembro 17, 2002

O DIA EM QUE ELES IRÃO SE FODER

Caralho, é incrível como neste sistema maldito de uma porra seca em que vivemos o homem não vale nada. Como o dinheiro imundo sujo fedorento está no centro de tudo que se faz. E não é só da ganância dos filhos da puta corrompidos pelo mercado capetali$sta, é algo que está no maldito cerne do sistema, que molda e direciona as ações de todos os homens (ou ratos?).

É como se ainda estivéssemos na porra da Idade Média, com tudo e todos na porra da sociedade vivendo irracional e ridiculamente com tudo girando em torno de um deus. No período medieval (que é chamado, o puto maldito, de era das trevas, como se a merda escrota de período de globocolonização neoliberal que vivemos fosse um peido de filho da puta melhor), o deus ao qual tudo se curvava e que era usado para dominar a porra da "civilização" era o deus da igreja que pregava "quando as moedas batem no fundo da salva (a porra da bolsa que eles usavam para receber as 'ofertas') almas sobem ao céu" e que vendia indulgências. Hoje o deus usado para a dominação é o deus mercado.

Seria engraçado ver aquele bando de imbecis nas malditas bolsas de valores gritando como uns loucos filhos da puta. Seria, se não fosse trágico. Enquanto os putos do maldito caralho brincam com seu "banco imobiliário" do satanismo do mercado financeiro, a humanidade inteira, à parte dessa porra de jogo especulativo, está de joelhos. Filhos da puta com seus trilhões de dólares de mentira em seus jogos especulativos e a humanidade verdadeira, palpável, que vive, ri, chora, sonha, ama, sofre e goza fica imersa num imenso oceano de merda, excluída da "modernidade" e da "cidadania".

Mas não será assim pra sempre. Ah, não! Vocês estão plantando, filhos da puta. E vão colher. Excluindo mais e mais pessoas, estas acabarão por criar uma nova sociedade (já que a de vocês só serve aos cu-sujos de merda seca da sua elite podre) que irá engolir a de vocês. Aí será o seu fim. O dia em que vocês irão se foder.


sexta-feira, dezembro 13, 2002

TEMPO MANO VÉIO FILHO DA PUTA

Mil vezes puta que pariu!!! Fui atropelado hoje. É sério, caralho! Não foi nada grave, meus seis leitores não precisam ficar preocupados. Mas poderia ter sido. Poderia ter me fodido de verde e amarelo. Poderia não estar aqui agora teclando toda essa merda. Eu estava correndo pra caralho pagando pau pro sistema, e filho da puta, porque se acontecesse alguma coisa grave o mesmo sistema maldito ao qual eu estava servindo estaria pouco se fodendo e chamando o próximo em seu vasto exército de reserva. O filho da puta que me atropelou também estava correndo, também pagando pau pro mesmo sistema maldito dos demônios filhos da puta que vê todo mundo como engrenagens de merda dentro de sua estrutura.

E bota todo mundo pra correr. Corre, corre, corre filho da puta, atrasado, o patrão de pica na mão esperando pra te foder se você não chegar na hora. Corre filho da puta, o sistema quer produtividade, competitividade e todas essas porras de um caralho fodido que no fundo não passam da mesma merda fedida e maldita. Corre, porra, que senão tem desconto no fim do mês. Corre, caralho, que tem um monte querendo teu lugar. Corre, porra, corre, produza mais em menos tempo, produza, produza, produza, produza, prod....

Tempo mano véio? Véio filho da puta! Vassalo do sistema! Vai tomar no cu!


quarta-feira, dezembro 11, 2002

QUEBRAR TUDO
Um interlúdio melancólico em meio à torrente de raiva habitual

Sabe aqueles dias em que você acorda puto com uma vontade da porra de quebrar tudo, a começar pelo filho da puta do despertador e só não quebra a porra toda mesmo porque depois você sabe que vai ter que comprar tudo de novo? Se bem que o maldito do despertador em já quebrei uma vez. Resultado: tive que comprar outro e o novo filho da puta do maldito caralho ainda berra mais que antigo, o cabrunco ruim!

Pois é, hoje é uma porra de dia desses. E ainda está chovendo aqui nesse buraco imundo. Sim, porque no caldeirão da porra do inferno só refresca quando chove. Tudo ou nada: um calor do sétimo círculo que parece que a pica do capeta gozou no subterrâneo dessa merda aqui; ou chuva, uma porra de clima escroto pra caralho, depressivo e que suja todo mundo. Fim da porra do ano, coisas pra caralho pra fazer, disposição nenhuma. Saca aquela vontade de mandar quem te dá bom dia ir tomar no olho do cu? Ah, mas um ou dois leitores mais atentos entre os meus cinco dirão: "Isso já é o seu normal, porra!". Eu sei, porra, eu sei! Mas hoje está pior, pode ter certeza que está pior.

O pior, o maldito pior da puta que pariu mesmo é que nem pra ter raiva estou com disposição. Essa merda de post está até ameno hoje... Caralho!!!

Agora, o que eu queria mesmo era quebrar a porra toda!


segunda-feira, dezembro 09, 2002

SOCIEDADE DO TRABALHO, SOCIEDADE DO CARALHO

Plena segunda-feira, "o bonde de São Januário leva mais um otário, sou eu que vou trabalhar". Ficando fora da polêmica "otário ou operário" desse sambinha "das antiga" e preferindo a versão citada, venho a meus cinco leitores (Até há pouco não tinha nenhum, a porra do meu Ibope tá subindo! Um dia vou ser igual Tímpanus e ter post com 80 comentários! E quem duvida disso pode ir tomar na olhota, caralho!) reclamar do trabalho. Sim, esse filho-da-boa-puta que quem não tem vive querendo ter e quem tem não para de reclamar do maldito!

O trabalho, sob o satânico capetali$mo, é a perfeita encarnação etimológica da palavra, que vem do latim tripalium, um instrumento de tortura, uma espécie de pau-de-arara da antigüidade. O pau-de-arara hoje entra bonitinho é no cu do povo inteiro. Tortura de duas maneiras: quem tem trabalho passa horas em conduções, "bondes de São Januário" modernos, sujeito a assaltos e violências de todo tipo. Se acontece um engarrafamento e o trabalhador chega atrasado corre o risco de ir virar estatística de desemprego (porque pra esse sistema filho da puta, pobre é estatística: de desemprego, de morte, de desnutrição, de violência) e, quando isso não acontece, não escapa de um esporro do verme do patrão. Além disso, sai de casa bem cedo e volta tarde da noite, muitas vezes sem ver os filhos acordados, porque ainda estão dormindo quando sai e já estão dormindo quando volta. Isso para na maioria das vezes ganhar um salário que não atende suas necessidades básicas. Aí vem a necessidade dos eventuais bicos para complementar a renda, agravando ainda mais o problema do desemprego.

Já para quem não trabalha o tormento é maior e nem preciso citar aqui mas vou fazer assim mesmo (não gostou? Alt+F4, porra!): falta de dinheiro, sentimento de derrota, de incapacidade, depressão. Ver a família passar necessidade, os comerciais na TV (quando tem TV e tem luz) pregando o consumo desenfreado enquanto o cidadão é excluído de todo o mundo cor-de-rosa do capitalismo moderno e vê suas crianças sonhando sem poder realizar nada.

Isto, senhores, é o trabalho sob o sistema capetali$ta demoniocrático. Hoje temos todas condições técnicas e filosóficas para romper com essa merda de sociedade e rumar a um novo caminho. Do contrário, a panela de pressão vai explodir e vai sobrar merda pra todo mundo, inclusive para os merdas que, por preguiça mental ou filha-da-putagem mesmo defendem com unhas e dentes este sistema de merda. E o pior é que, entre nós, os pobres do mundo, há muita gente que entra nesse barco. É aquilo que falei num post anterior de ideologia do patrão, de ser sodomizado pelo sinhozinho, a ideologia entra cantando pelos ouvidos, a pica entra forçando pelo cu e o status quo segue intocado.


quarta-feira, dezembro 04, 2002

O PODER É UMA MERDA II

Outro caso observado me motiva a fazer mais um protesto silencioso nesta porra de blog de merda que ninguém lê. Desta vez, o poder troca sua truculência tradicional pela face não menos danosa e não menos escrota da filha-da-putagem institucional. Dos caga-regras da casa do caralho que inventam trocentas normas e regras e o caralho a 4 e no fim das contas só servem a foder quem deveria ser atendido pela parada. Filhos da puta!!! Uns merdas fodidos, um bando de vermes que se acham reis, chafurdando na lama fedorenta de suas vidas inúteis e obrigando a todos a engolir seu lixo imundo! Vão tomar no cu!

O poder é uma merda! E ponto!


terça-feira, dezembro 03, 2002

O PODER É UMA MERDA

Caralho! É incrível como basta uma porra de um pequeníssimo poder para trazer à tona toda a filha-da-putice das pessoas! Puta que pariu!!!

E um cu fodido de uma porra de autoridadezinha de merda, mero lambe-saco de coroné do interior. E o lance nem foi comigo, mas só de ver já dá ódio do filho da puta!

O poder é uma merda! E corrompe!


segunda-feira, dezembro 02, 2002

CALOR PRA CARALHO

Aqui é Campos dos Goytacazes, o caldeirão da porra do inferno! E na hora de tu ir pagar pau pro sistema ainda tem que por calça, camisa e o caralho a 4, o que faz aumentar ainda mais o calor que sofre quem tem que andar na rua. Adotamos padrões de vestimenta de países temperados e somos incapazes de perceber que isto é um absurdo! Duas causas pra essa merda:

1) os filhos da puta que se apoderaram dos mecanismos de decisão nessa merda de sociedade demoniocrática capetali$ta que vivemos andam em seus carros importados com ar condicionado e estão pouco se fodendo pro mundo real, do povo que anda na rua, que sua, que vive, que sente o vento e o sol na pele. Porra nenhuma. Esses filhos da puta nem sabem mais como é o mundo, presos que estão há tanto tempo em suas redomas de cristal. Que se fodam e morram sufocados em seus ar-refrigerados!

2) nós mesmos, porque, sendo plebeus, adotamos as visões de mundo da realeza suja! quando vemos alguém fora dos padrões do sinhozinho logo vamos pensando: "Virou bagunça essa porra, olha lá, o cara de bermuda... Camiseta? Onde nós estamos?"

Esse último é um ponto filha da puta. Essa discussão toda de roupa e calor pode parecer uma futilidade (pra quem não tem que encarar todo esse sol) quando temos problemas sociais muito mais graves pipocando por aí. Mas, porra, para pra pensar. Essa merda toda acontece porque adotamos todos os padrões do patrão. Todos, porra, todos!!! A propriedade privada, que até o cara que não tem merda nenhuma defende, é um exemplo disso. É ideologia, é dominação. É uma merda!



sexta-feira, novembro 29, 2002

MARKETING BLOGUEIRO

Caralho, Porra, Buceta, Sexo, Anal, Cu, Xoxota, Putas, Vadias, Fodendo, Seios, Bundas, Gozadas, Pornografia, Nua, Xana, Cabeluda, Depilada, Playboy, Foder, Foda, Trepada, Trepando!!!

Pronto, a divulgação dessa porra de blog já tá feita! Já estou em tudo que é de site de busca na net!

Punheteiros do mundo, uni-vos!


quinta-feira, novembro 28, 2002

Começa aqui a antítese de tudo

Um blog para o exercício da raiva! Do ódio e da ira que o dia-a-dia nesta merda de sociedade gera em cada um de nós!